Os pneus são montados num componente normalmente construído em ferro fundido ou liga leve, designado por jante. O formato e as dimensões da jante têm de ser coerentes com o tipo de pneu a montar. As jantes de liga leve usadas nos automóveis são compostas por cerca de 80% de alumínio e os restantes 20% são compostos por outros metais. As jantes de liga leve proporcionam uma redução de peso considerável comparativamente às de aço e uma rigidez maior, para além de um aspecto muito mais agradável ao automóvel. A redução do peso tem influência no comportamento e perfomences do carro. O seu desenho também pode ser optimizado para favorecer o arrefecimento dos travões.

Medidas das Jantes

Duas medidas determinam o tamanho de uma jante e são elas o diâmetro e a largura da jante, habitualmente expressas em polegadas. É possível também encontrar jantes com várias larguras para o mesmo diâmetro. Para a mesma liga, quanto maior for o diâmetro da jante, maior será o peso o que poderá comprometer as performances do carro em algumas situações.

Furacão e PCD

Ao trocar de jantes é necessário ter em atenção qual o nº de furos da jante que o seu automóvel usa. As jantes de viaturas de turismo, van e 4x4, poderão ter 3, 4, 5 ou 6 furos. O PCD (pinch circle diameter) é a medida de um círculo virtual que passe pelo eixo de cada furo. Este medida, expressa em mm, varia de marca para marca e de modelo para modelo.

Offset (ET)

O offset é a distância da superfície de montagem da jante à linha imaginária que divide a largura da jante ao meio. O offset pode ter qualquer valor tal como: zero, positivo ou negativo. Um offset positivo é quando a superfície de montagem é para fora dessa linha imaginária.
Se o offset da nova jante for muito diferente, primeiro pode não poder montar a jante por tocar nas partes fixas do automóvel ou então o comportamento do carro pode ser bastante afectado. O offset não deve ser ignorado pois tem um papel importante no comportamento da suspensão e na capacidade de se manter a direcção centrada em andamento.

Personalização

Aumentando o diâmetro e a largura da jante e usando um pneu de perfil mais baixo, mantendo o diâmetro total da roda, é uma das formas de se melhorar o comportamento de um carro e a sua aparência. O comportamento sai melhorado porque a superfície de contacto com a estrada é aumentada e o perfil do pneu (mais baixo) é mais rígido, o que dá maior estabilidade em curva e melhora resposta do volante. Quando se troca a jante por uma de maior diâmetro, normalmente também se tem acesso a pneus mais desportivos.

Quanto menor for o aspect ratio de um pneu, menos tendência tem o pneu para rodar em curva sobre si próprio, logo o comportamento do carro em curva vai melhorar bastante, conseguindo curvar a mais velocidade. Por outro lado, com uma superfície de contacto maior, o seu carro vai travar melhor.





Política de privacidade | Adicionar aos favoritos | Retroceder | Vistas: 54449